Marksburg – uma verdadeira experiência em um castelo medieval

Marksburg

Castelo de Marksburg
Castelo de Marksburg foto por Polybert49

Um dos meu primeiros castelos visitados na Alemanha. E sem dúvida um dos mais inesquecíveis.

Logo quando se avista o castelo de Marksbrug no alto da colina acima  da cidade de Braubach, nas margens do rio Reno, com inclinadas ravinas em seus lados, percebe-se que ele tem algo de especial.

Castelo de Marksburg
Imagem da Biblioteca do Congresso Americano

Prova disso é que japoneses interessados tentaram repetidamente comprar o castelo para transportá-lo ao Japão.

Após a Associação de Castelos Alemães (Deutsche Burgenvereinigung) se negar a vender o castelo, ele foi copiado pedra por pedra e reconstruído no Japão em uma aldeia cultural alemã na ilha de Miyako-Jima, e é conhecido como Ueno.

Castelo de Marksburg
Marksburg em 1987

O Marksburg é muito conhecido por não ter sido destruído durante guerra alguma. Isso não significa que a estrutura que se vê hoje é uma cópia exata do primeiro castelo construído em 1231, já que ao longo dos séculos mais e mais “camadas” e extensões foram sendo adicionadas ao castelo e modificadas.  O que implica no fato de nunca ter sido destruído é que quase TODAS essas extensões ainda estão lá em seu estado original, sem terem em sofrido grandes alterações em tempos modernos (muitos reparos sim) assim como quase nenhuma romantização.

Castelo de Marksburg
Escudos contam a história dos proprietários do castelo . O último é o da Associáção de Castelos da Alemanha – foto por Ulrich Mayring

Enquanto o castelo de Eltz também em sua grande parte não foi destruído, o castelo de Marksburg teve sempre seu uso como castelo, fortaleza ou prisão, enquanto o Eltz durante um bom período, foi apenas uma residência fortificada.

O castelo de Marksburg é tão próximo de um castelo original que é nele que se localiza desde o início do século 20 a Associação de Castelos da Alemanha, que comprou o castelo do Kaiser Wilhelm I (Guilherme I).

A visita ao castelo somente é possível com  um passeio guiado onde se tem a oportunidade de conhecer um pouco de como era a vida durante os diferentes séculos em que o castelo esteve em uso. Isso tudo em detalhes, inclusive com uma horta onde se plantam mais de 140 tipos de ervas já conhecidas e utilizadas durante todo o período medieval.

Foto German Castle Association
Castelo de Marksburg
Ervas no castelo de Marksburg – From Wikimedia Commons

Durante o passeio percebe-se  a evolução da tecnologia militar incorporada ao castelo, já que os diferentes portões se utilizam de tecnologias distintas contra o cerco inimigo.

Castelo de Marksburg

Onde fica mais clara a evolução do castelo é nas baterias de canhões, sendo a principal apontada para o Reno, e que foram adicionadas entre 1589 e 1711.

Os canhões nessa bateria tem um alcance de 1000 metros, mais que o suficiente para controlar o rio abaixo.

Castelo de Marksburg
Canhões apontados para o rio Reno – Foto por Franzfoto
Castelo de Marksburg
Canhões apontados para o rio Reno – Foto por Franzfoto

Falando em evolução tecnológica, dentro do passeio você irá passar pelo arsenal, onde se guardam armaduras de diversos períodos históricos (galeses, romanos, celtas…) através dos tempos.

Castelo de Marksburg
Armaduras através dos tempos – foto por Franzfoto

 

Após o passeio tire alguns minutos no café do castelo que oferece uma vista maravilhosa.

Um pouco de história:

Inicialmente foi construído quase que inteiramente em arquitetura românica e foi somente nos séculos XIII e XIV que os condes de Katzenelnbogen adicionaram muitos dos edifícios em estilo gótico.

Durante as guerras napoleônicas o castelo serviu como uma prisão e hospital e por isso sobreviveu a maior parte da destruição que recaiu sobre as outras fortalezas da região (destruídas pelas tropas francesas).

Planta do castelo

Durante a Segunda Guerra Mundial o castelo foi analisado diversas vezes pelos aliados como uma opção para bombardeio, porém foi sempre poupado (ufa!).

Infelizmente, já próximo ao final da Segunda Guerra, um grupo de artilharia americano se enganou quanto à posição de tropas alemãs e enviou uma salva de tiros na direção do castelo.

Por sorte, apenas uma das ogivas atingiu o castelo, que sofreu danos mínimos em sua estrutura.

Durante a minha primeira visita ao castelo tive o prazer de estar acompanhando por Francesco Perciballi, um amigo italiano especialista em duelos medievais com espadas, que obviamente tem grande conhecimento sobre os castelos italianos. Ele me assegurou que também considera o castelo de Marksburg um dos mais bem preservados que já visitou.

Horários de abertura e como chegar:

  • Em 2016 o castelo estará aberto entre os dias 13 de março ao 01 de novembro das 10:00  às 17:00.
  • Passeios guiados em inglês às 13:00 e 16:00 h.
  • Passeios em alemão a cada 20 minutos.
  • A partir de novembro, o castelo permanece aberto (exceto 24 e 25 de dezembro)  entre as 11:00 e 16:00.

Admissão:

7,00 € por adulto –  5,00 € por criança ou 16 € por família com 2 adultos e duas crianças

Algumas das fotos não são minhas e estão devidamente marcadas com o nome do autor, já que durante minha visita acabei não tirando muitas fotos 🙁 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *